Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Cradle of Filth

Cradle of Filth é uma banda inglesa de Suffolk, Londres, formada em 1991. O seu estilo musical tem levantado muita discussão, pelo que se referenciará extreme gothic metal e symphonic black metal. Os seus temas líricos destacam-se por literatura gótica, poesia, erotismo, vampirismo, satanismo, mitologia e filmes de horror. Aposta numa caracterização maquiavélica de "criaturas guerreiras e demoníacas" e numa teatralização de movimentos. É tida como uma das bandas mais espectaculares do género musical, e que mais teve destacado novo público a esse domínio. É referido por muitos que Cradle of Filth trás consigo atrás o conceito musical que se auto denomina de black metal. Muitos toleram que se trata de um subgénero, tratando-o como gothic metal de forma extrema - black metal. Então, atualmente, Cradle Of Filth é classificada como extreme gothic metal.




Na área do metal gótico, o Cradle of Filth é considerado um dos maiores nomes da história do estilo.
Estilo e sua Discussão
O próprio Dani Filth veio a público, numa entrevista, reclamar de que se trata de Heavy Metal. No entanto também já ouvimos solos de Thrash Metal, com alguma tendência dissonante, tal como é característico desse género. Poderá tratar-se da forma como a música é tratada e de como cada elemento da banda se transcende a nível melódico, rítmico e dramático, a fim de se concentrar o intuito da música na letra ou vice-versa. Também sabemos que, antes de se generalizar nesse conceito de Black Metal, que se inicia portanto no primeiro álbum intitulado "The Principle of Evil Made Flesh", se tratava antes de Death Metal, como as Demos nos demonstram. Nos teclados, que começam a ter bastante relevância cadencial e melódica a partir do momento em que se compõem e divulgam os álbuns para a Music For Nations, intitulados de "Dusk ... and her Embrace" e "Cruelty and the Beast", onde neste último se confere e mistura uma textura com uma voz quase divina do canto gregoriano do século VI, à forma polifónica, tão actual, de características densas e melancólicas, tal o tributo à condessa Elizabeth Báthory, de confins imorais. O lado Symphonic Metal ou Symphonic Black Metal também é referido e tido em conta, entre os anos de 1996 a 2003, ano em que se estreia pela Sony Music e vem ao mundo o "Damnation and a Day", onde se utiliza uma pequena orquestra e um pequeno coro em estúdio, reavivando a memória dos críticos e dos melómaniacos da música de Cradle of Filth, da perseverança técnica de que se tinha mitificado com as suas actuações ao vivo dos anos entre 1994 e 1998. Nos anos de 2004 a 2006 planificam a evolução da banda a nível estético e comercial, retomando as constatações de Dani Filth, quanto ao facto da música de Cradle of Filth se tratar de Heavy Metal. Primeiro a sensação de que existe uma transfiguração na inclinação da alma e do coração à "ninfa" ou mulher amada, no titulo "Nymphetamine"; e por último a "espinhografia" - "Thornography" - que, tal como Dani Filth referiu em relação à capa de cd, dará referênciadas interpretações. Em 2008 a banda lançou seu último álbum, "Godspeed on the Devil's Thunder", álbum bem sucedido retratando a história de Gilles de Ray's, famoso assassino da época medieval, assim como Elizabeth Bathory.

 Primeiros anos

Daniel Davey ou 'Dani Filth'. Em meios aos seus anos de colegiais Dani tinha um grande interesse pela cena metal e se influênciou ouvindo bandas como Black Sabbath , Venom , Slayer e principalmente Iron Maiden , e quando ele terminou seus estudos no fim de 1991 Dani formou o 'Cradle Of Filth'. A line up inicial era de Dani (vocais), John (baixista), Darren (bateria), Robin (guitarras), Paul Ryan (guitarras) e Ben Ryan (teclados). Em 1992 nasce a primeira demo "Invoking The Unclean". Devido aos fracos desempenhos de Robin como guitarrista ele deixa a banda. "Orgiastic Pleasures" foi a segunda demo gravada em 1993, está teve mais sucesso que a primeira e resultou ao Cradle Of Filth numa proposta de contrato com a gravadora 'Tombstone Records'. Mas devido a certos problemas com a banda foi deixado de se assinar o contrato com a saida de John para dedicar a sua carreira. Robin ex-guitarrista então junta-se agora como baixista do Cradle, e a terceira demo "Total Fucking Darkness" é gravada. Dani depois descreve esta como "nossa única importante demo".


Sarah Jezebel Deva entrou na banda em 1996.



Em 1994 Cradle Of Filth assinou com uma gravadora independente 'Cacophonous Records', no qual eles gravaram seu primeiro álbum "The Principle of Evil Made Flesh". Este foi lançado em abril de 1994 e vendido 32.000 cópias inicialmente, destacam-se músicas como "The Forest Whispers My Name" e "A Crescendo of Passion Bleeding". No encarte do álbum, a banda usa "nomes artísticos", como, por exemplo, "Nocturnal Pulse" para Robin e "Dark Immortall Scream" para Dani ganhando a banda muito mais reconhecimento. Assim como as bandas mais antigas do estilo, eles vestiam-se e pintavam-se de um jeito característico, com um apelo gótico muito forte. Mas as letras eram um pouco diferentes: em vez de explorar temas como vikings e ocultismo, os temas preferidos do letrista Dani são vampiros e a lenda de Elizabeth Bathory (que teria sido uma aristocrata européia do século 16 que torturava e matava seus criados, acreditando que ao beber o sangue destes, conservaria sua beleza ao longo da eternidade). As letras de Dani também se destacam por serem muito bem escritas, com um certo apelo poético. E isso não é nada estranho ao sabermos que ele, em sua juventude, leu e estudou obras de escritores e filósofos como Nietzsche, Shelley, Baudelaire, De Sade e Byron.

 Era Music for Nations





Em 1995 os irmãos Ryan deixam o COF para começar sua própria banda 'Blood Divine'. Eles foram substítuidos por Damien (tecladista) e Stuart Anstis (guitarrista). Cradle of Filth tem seu contrato rompido com a gravadora Cacophonous Records, e então 1996 é lançado o último álbum por essa gravadora "Vempire or Dark Faerytales in Phallustein". Sarah Jezybel entra na banda como backing vocais, e Paul Allender também resolve sair para a entrada de Jared Dementer. em novembro de 1996, conseguem trocar de selo. A nova casa agora é a Music For Nations. Ainda antes de um novo lançamento, mais uma mudança na formação: sai o recém chegado Jared para a entrada de Gyan Pyres.
Durante o mesmo ano Cradle assina com a 'Music For Nations' e produz seu primeiro monumental álbum "Dusk and Her Embrace". Romantismo vitoriano e influências medievais vieram a este álbum do Cradle. Produzido por Kit Woolven (Cathedral, Thin Lizzy), é um excelente álbum que tem como principais destaques a belíssima faixa que dá nome ao trabalho e a épica "Malice Through The Looking Glass". Foi produzido durante dois meses; na verdade, a banda ainda estava na Cacophonus quando começou a preparar esse disco, mas já haviam decidido lançá-lo por outro selo devido aos problemas com a antiga gravadora.


Paul Allender saiu da banda em 1996 mas retornou em 2000 para Midian.

"We wanted this album to transcend the way a normal album would sound", disse Dani em uma entrevista na época do lançamento. "We wanted it to sound almost inhuman". No álbum, a banda aparece cada vez mais envolvida com vampirismo, além de misturar a isso uma certa temática erótica, realçada pelos belos vocais femininos que permeiam algumas das melhores faixas (vocais femininos já apareciam nos discos anteriores, mas em bem menor quantidade). Destacam-se ainda belas passagens orquestradas, que fazem desse disco um dos melhores do black metal dos últimos tempos. A partir dele, o prestígio da banda torna-se quase mundial, e o número de fãs agora é bem maior. Atualmente são encontradas edições especiais deste disco, como, por exemplo, uma edição digi-pack com algumas faixas bônus.
Depois de uma grande turnê de divulgação, a banda volta ao estúdio ao lado do produtor Jan Peter Genkel (Therion) para a gravação de um novo álbum, em 1997 o teclista Damien sai para seguir sua carreira de escritor de matérias para uma revista de metal e no seu lugar é posto Les 'Lector' Smith. Também no mesmo ano o Cradle faz grandes shows pelos EUA, no Dynamo Open Festival e Milwaukee Music Festival. Nesse mesmo ano durante uma apresentação do Cradle no Dynamo Open Festival, o baterista Nicholas acabou sendo preso por um policial porque estava usando a camisa "Jesus Is A Cunt", mas logo em seguida foi solto depois de ter pago fiança.
No ano seguinte em 1998 com a line up estabilizada, a banda lança seu próximo álbum "Cruelty and The Beast". O título do disco é uma referência à uma frase do filósofo prussiano Friederich Nitzsche, que originalmente dizia: "There is no beast without cruelty" ("não existe besta sem crueldade"). Destacam-se nesse álbum algumas músicas arrebatadoras como "Beneath the Howling Stars" e "Desire in Violent Overture", além da sinistra "Venus in Fears". Nesse disco, temos ainda mais destacada a participação do vocal feminino da cantora Ingrid Pitt. E por fim, destaque especial para a belíssima arte final do disco, principalmente no encarte: a começar pela capa, que é uma das mais bonitas no metal nos últimos tempos (apesar de ultimamente as bandas estarem dando atenção especial a este detalhe), passando pelas páginas que possuem belas imagens da modelo Luiza Morando interpretando Elizabeth Bathory. Existe também uma edição especial desse álbum, que vem com um disco bônus contendo três músicas inéditas (uma delas em versão remix) e dois covers ("Hallowed Be Thy Name" do Iron Maiden e "Black Metal" do Venom). O álbum teve o suporte por extensivos shows por todo o planeta, em países como Estados Unidos, Rússia e até Japão, aumentando o número de fãs. A banda também chamou a atenção da Cidade do Vaticano pela famosa camisa 'Jesus Is A Cunt' (Jesus É Um Cusão). Eles ganharam ainda mais destaque por ofender o 'Tara Palmer Tomlinson' na revista Kerrang Awards em 1998.
Ainda em 98 o COF participa de dois outros projetos: um tributo ao Slayer chamado 'Slatanic Slaughter II', no qual a banda toca a música 'Hell Awaits' - participam ainda desse tributo bandas como Vader, Benediction e Anathema; e a coletânea 'Gods of Darkness', para o qual a banda contribui com a faixa 'Malice Through The Looking Glass', e figura ao lado de nomes como Dimmu Borgir, Emperor, Satyricon, Mayhem e Dissection.
Mas as mudanças da line up continuaram e no ano seguinte é a vez do baterista Nicholas em 1999 resolver deixar o Cradle por suas divergências dentro de diferentes áreas. Ele é rapidamente recrutado para juntar-se a banda norueguesa de black metal 'Dimmu Borgir'. No seu lugar o Cradle chamou Was Sarginson, então Dave Hirscheimer e até finalmente Adrian Erlandsson o qual veio de uma banda norueguesa de black metal 'The Haunted'. Durante este ano a banda fez seu primeiro video clip para 'From The Cradle To Enslave' que ao mesmo coincidiu com o lançamento do EP "From The Cradle To Enslave". Depois do lançamento do EP mais mudanças ocorreram no COF, agora sairam o tecladista Lector e o guitarrista Stuart Anstis, ambos alegando diferenças pessoais, para a volta dos guitarristas Paul Allender e Gyan Pyres.
E também é lançado o primeiro home video chamado de 'PanDaemonAeon', que é claro, foi banido pela MTV. O video contêm o clip da música 'From The Cradle To Enslave' em duas versões: uma censurada e outra não, um making of do clip, e 4 músicas de um show ao vivo. Durante o ano de 1999 a banda participou de uma outra coletânea, chamada "Beauty in Darkness". O Cradle toca a música "Cruelty Brought The Orchids". Participam também deste projeto bandas como Crematory, My Dying Bride e Moonspell.
Em 2000 Martin Powell juntou-se ao Cradle vindo da banda 'My Dying Bride' para o lugar de Lector nos teclados e Paul Allender então volta a banda como guitarrista depois de ter saido em 1995. Esta era line up: Dani (vocais), Gian (guitarras), Adrian (bateria), Robin (baixo), Paul (guitarras) e Martin (teclados) para a criação de um novo álbum, e possivelmente o maior sucesso de todos "Midian" que justamente foi lançado no dia de Halloween. Neste mesmo ano o vocalista Dani Filth atua no filme 'Cradle Of Fear', produzido pelo mesmo diretor do video clip 'From The Cradle To Enslave'.

 Sony

2001 a banda resolve sair da gravadora Music For Nations. "Bitter Suites to Succubi" foi lançado pela nova gravadora 'Abracadaver' contendo 3 músicas regravadas do primeiro álbum, um cover do 'Sister Of Mercy' e um video clip para a música 'Born In A Burial Gown'. No meio do ano mais uma saída, agora do baixista Robin Graves que deixou o COF por razões pessoais no qual ele não estava passando tempo suficiente para seus outros trabalhos. Dave Pyrus (ex-Anathema) veio então para seu lugar. E para fechar o ano o Cradle lança seu primeiro dvd 'Heavy Left-Handed And Candid'.

Em 2002 o Cradle Of Filth assina com a sua mais nova gravadora 'Sony', no mês de maio o Cradle participa do “Ozzfest-UK” ao lado das bandas: Slayer, Ozzy Osbourne, Tool e System Of A Down. No decorrer do ano é lançado pela sua ex-gravadora 'Music For Nations" um 'Best Of' álbum duplo, "Lovecraft and Witch Hearts" contendo 24 faixas das épocas : Dusk...And Her Embrace, Cruelty And The Beast, From The Cradle To Enslave e Midian, além de faixas que foram lançadas somente em edições limitadas. Em agosto é lançado na Inglaterra também o primeiro álbum ao vivo "Live Bait For The Dead", gravado no 'Nottignham Rock City' no dia 14 de abril de 2001 e contendo ainda mais algumas músicas regravadas e remixadas da banda. No mesmo mês o guitarrista Gian Pyres depois de ter ficado no Cradle por 6 anos, deixa banda alegando que não estava passando muito tempo com sua família.
No ano seguinte em março de 2003 a banda lança seu quinto álbum "Damnation And A Day", trabalho conceitual que fala sobre a criação dos anjos até a ascensão do diabo frente a Deus. No novo trabalho a banda se mostrou mais madura, mostrando mais técnica e uso mais sábio das partes sinfônicas. No mesmo ano abriram alguns shows do Iron Maiden na Europa, que conta com 17 faixas e também foi lançado um dvd single com o clip da faixa 'Babalon A.D (So Glad For The Madness)'. Logo em seguida a banda saiu em turnê pela Europa e América do Norte e também participou do OzzFest. Ainda no mesmo ano o vocalista 'Dani Filth' empresta sua voz ao desenho animado Dominator. O filme ainda conta com Doug Bradley, Mark & Lard e a música "Carrion", do último álbum. E para terminar o ano um clip para a música "Mannequin" foi feito no final de 2003.

 Roadrunner Records

Nos anos de 2004 a 2006 planificam a evolução da banda a nível estético e comercial, retomando as constatações de Dani Filth, quanto ao facto da música de Cradle of Filth se tratar de Heavy Metal. Primeiro a sensação de que existe uma transfiguração na inclinação da alma e do coração à "ninfa" ou mulher amada, no titulo "Nymphetamine"; em 2004 um nome que mistura sexo e drogas, uma mistura perfeita com um tempero especial de muito terror e um vocal devastador de Dani Filth.e por último a "espinhografia" - "Thornography" - que, tal como Dani Filth referiu em relação à capa de cd, dará referênciadas interpretações. "Thornography" destaca-se como o álbum mais pesado da banda: guitarras invadidas por solos, titulos e letras provocantes nada recomendado a variadas sensibilidades, tais como: "Under Pregnant Skies She Comes Alive Like Miss Leviathan", "Tonight in Flames" e "I Am the Thorn".E em outubro de 2008 eles lançaram seu ultimo álbum Godspeed on the Devil's Thunder, O disco se trata de um trabalho conceitual, retratando a história de Gilles de Rais, nobre francês que lutou ao lado de Joana D’Arc contra os ingleses, e que passaria para a posteridade por ter seqüestrado, violentado e matado centenas de garotos.
A banda entrou em uma turnê européia com Gorgoroth, Moonspell, Septic Flesh e Asrai ("The Darkest Tour: Filthfest") em dezembro de 2008, e fez uma turnê com Satyricon e Septic Flesh em janeiro e fevereiro de 2009. Eles serão a principal atração do Tomahawk Festival, no dia 28 de março, e eles entrarão em uma turnê européia com Moonspell e Turisas, que sera chamada "Filthfest Tour 2009", em abril e Maio de 2009.

 Membros


"Dani Filth" em Kuopio no Rockcock-musicfestival

 Na atualidade

] Discografia

 Álbuns de Estúdio

 EP

 Álbum ao vivo

 Coletânea

 Videografia


"Charles Hedger" em Kuopio no Rockcock-musicfestival

 DVDs

 Filmes

2001- Crade of Fear

 Livros

Cquote1.pngIt is totally finished, apart from my chapter. The rest of it is with the publisher at the moment. We’re hoping for an Easter release. The Gospel Of Filth has grown in enormous proportion. When I was going through it, making some amendments to some chapters, I couldn’t believe how in-depth it is! Not only is Gavin Baddeley an occult historian (and an ordained Reverend in the Church of Satan), it’s supplemented by a vast number of contributors: musicians, artists, occultists. There’s a slight dark humour in there as well so it doesn’t all disappear up its own ass. Lavish photos throughout; it’s going to be monumental. The special edition, which I’m doing, is going to be leather-bound and hand signed, with the additional chapter about mishaps on the road.[1]Cquote2.png

- Tradução: "Da minha parte, está totalmente acabado. O resto é com o editor, de momento. Temos esperança de uma enorme saída. O livro tem crescido em grandes proporções. Enquanto o escrevia, fazendo algumas correcções nalguns capítulos, nem podia acreditar quanto detalhado é! Não somente Gavin Baddeley é um historiador do oculto (e um ordenado Reverendo da Church of Satan), mas suplementado por um vasto número de contribuidores: músicos, artistas e ocultistas. Existe um ligeiro humor negro no livro, o qual não desaparece. E por toda a parte, fotos pródigas; irá ser monumental. A edição especial, que estou a fazer, irá ser de couro e assinada à mão, com um capítulo adicional sobre percalços na estrada (durante as digressões)."
- Dani Filth em entrevista à revista BW&BK em Novembro de 2007.

Curiosidade

  • De acordo com a revista Metal Hammer, Cradle of Filth é das bandas de metal mais bem sucedidas desde Iron Maiden.[2]
  • Segundo a banda, houve uma história de que Cradle of Filth foi fazer um concerto no Vaticano. Antes do concerto, foram fazer uma sessão fotográfica, cujo cenário seria a Cidade Santa, utilizando t-shirts em que tinham escritas: "I love Satan" (Eu amo Satan). Por isso foram presos. No entanto foram soltos após o pagamento da fiança, mesmo antes do concerto.[3]
  • Nos encartes dos primeiros cds: The Principle of Evil Made Flesh e Dusk ... and her Embrace, há citações de filósofos e de compositores literários.
  • No novo álbum da banda há uma música em que a letra foi escrita por "Luna", filha do vocalista. A faixa chama-se Darkness Incarnate.[4]
  • A música "Nymphetamine" faz parte da trilha sonora do filme Resident Evil: Apocalipse.
  • Uma das músicas da trilha sonora do filme Mother of Tears: The Third Mother é "Mater Lacrimarum", lançada no Thornography Deluxe.

TORRENTS


Discografia e pvs

http://thepiratebay.org/torrent/5031328/Cradle_Of_Filth_Discography__Mp3_320_-_160_Kbps_MPG_VBR


http://thepiratebay.org/torrent/3376815/Cradle_of_filth_videos

DVDS
http://thepiratebay.org/torrent/3425659/Cradle_Of_Filth_-_PanDaemonAeon_DVD_Full_Region_Free


http://thepiratebay.org/torrent/5802386/Cradle_Of_Filth_-_2001_-Heavy_Left-Handed__amp__Candid_(DVD_RIP).avi


http://thepiratebay.org/torrent/4328650/Cradle_of_Filth_-_Mannequin_DVD_ISO

Amon Amarth

Amon Amarth é uma banda da cidade de Tumba, Suécia de death metal melódico. Formada originalmente em 1988 com o nome "Scum", tornou-se Amon Amarth em 1992, nome retirado da obra O Senhor dos Anéis de J.R.R. Tolkien, onde significa "Montanha da Perdição" ("Mount Doom") em Sindarin, idioma também denominado "a língua dos elfos-cinzentos", "a língua de Beleriand", "a língua nobre", sendo várias vezes referida nos livros como simplesmente "a língua élfica".






Em 1992, a quando da adopção do novo nome, a banda era composta pelo vocalista Johan Hegg, pelos guitarristas Olavi Mikkonen e Anders Hansson, pelo baixista Ted Lundström e pelo baterista Nico Kaukinen.
A primeira demo da banda, "Thor Arise", foi gravada em 1993, mas nunca chegou a ser editada devido a problemas de som. Seguiu-se uma segunda demo, em Abril de 1994, "Arrival of the Fimbul Winter", da qual foram vendidas todas as cópias editadas.
Em Novembro de 1995, após assinarem um contrato com a editora Pulverised Records, a banda decidiu utilizar no decorrer de cinco dias o "Abyss Studio" de Peter Tägtgren (vocalista e guitarrista da banda Hypocrisy). Assim, foi editado em Abril de 1996 o EP "Sorrow Throughout The Nine Worlds".
Pouco depois o baterista Niko Kaukinen saiu da banda, sendo substituído por Martin Lopez. Com um novo baterista e, mais uma vez, a ajuda de Peter Tägtgren, o álbum de estreia do Amon Amarth, "Once Sent From The Golden Hall", é lançado em 1998 pela editora Metal Blade.
Foram adicionados à banda o guitarrista Johan Söderberg e o baterista Fredrik Andersson em 1999 para a gravação do álbum "The Avenger", devido à saída de Hansson e Lopez. Lopez saiu para se juntar à banda Opeth
Discografia

 Demos

 EPs

 Álbuns

 Videografia

 DVDs




TORRENT


discografia

http://thepiratebay.org/torrent/5544988/Amon_Amarth_complete_discography

dvd (AVI)

http://thepiratebay.org/torrent/5122231/Amon.Amarth.Wrath.of.the.Norsemen.DVDRip

sábado, 25 de setembro de 2010

D

Excelente banda kei e altamente competentes ao vivo.


D (em japonês: D ?) é uma banda japonesa de Visual kei formada em 2003 por Asagi, Sin, e Ruiza, depois de sua banda anterior, Syndrome, acabar.
No dia 10 de Março o D lançou o seu mais novo single "風がめくる頁 / Kaze ga Mekuru Page, que será tema de abertura do drama "Shinsengumi PEACE MAKER". Como na história, a letra da música pinta imagens do "Japão Antigo", em contraste com o novo lado que o D está mostrando deles mesmos.

O D foi formado em março de 2003, com seus primeiros cinco integrantes - ASAGI, Ruiza, HIROKI, Sin e Rena. Três deles, ASAGI, Ruiza e Sin vinham da mesma banda, Syndrome, e chamaram HIROKI (ex Aioria e S to M) e Rena (ex Personna) para fecharem o grupo. O primeiro mini-álbum da banda, "NEW BLOOD", foi lançado em julho seguinte depois das primeiras apresentações ao vivo da banda, cuja estréia aconteceu no "Shock Jam 2003" (com Kagrra, Nightmare e Lareine).
Nessa época o guitarrista Ruiza foi hospitalizado e Sin anunciou sua saída da banda. O D, então, entrou em hiatus. Durante essa pausa ASAGI e HIROKI formaram uma nova banda, Night of the Children, juntamente com o guitarrista HIDE-ZOU (conhecido de HIROKI do S to M), para assim continuarem suas atividades. Ruiza enfim se recuperou e o D retomou as atividades no final de setembro, ainda em 2003.
A formação, previsivelmente, era nova: HIDE-ZOU entrara no lugar deixado por Sin. Dois meses depois eles realizaram seu primeiro show one-man e lançaram seu primeiro single, "AliCe". O segundo mini-álbum da banda saiu no dia 7 de janeiro de 2004, intitulado "PARADOX", que alcançou o 13o lugar no ranking de bandas independentes da Oricon.
Durante o ano de 2004 houve vários shows e o lançamento de dois outros singles, "Yume narishi kuuchuu teien" (que ficou em 5o lugar na Oricon) em maio, e "Mayutsuki no hitsugi", que foi vendido em três shows durante o mês de novembro. Neste ano também a banda lançou uma nova versão do primeiro mini-álbum, que desta vez veio acrescida de uma faixa bônus, "Gareki no hana". "NEW BLOOD ~second impact~" foi lançado no dia 8 de dezembro, precedendo o lançamento do quarto single do D, "Mahiru no koe ~Synchronicity~", em meados de janeiro do ano seguinte.
2005 foi um ano que trouxe mais mudanças ao D. No início do ano, KISAKI (Phantasmagoria) e D fizeram um show conjunto. No entanto, Rena não participou desta apresentação. Ele ainda permaneceu na banda tempo suficiente para que outro single fosse lançado, "Yami yori kurai doukoku no a CAPELLA to bara yori akai jounetsu no ARIA". Depois do término das gravações para o álbum seguinte, Rena decidiu deixar o D. Ele foi o baixista a tocar no primeiro álbum da banda, "The name of the ROSE", lançado em 25 de setembro, apesar da sua saída ter acontecido em 27 de julho, dois meses antes. Em 5 de dezembro um novo baixista ocupou o lugar de Rena: Tsunehito. Com Tsunehito, o D relançou o "The name of the ROSE (Regular Press)" em fevereiro de 2006, incluindo no álbum mais três faixas novas.



Repetindo o que já haviam feito, eles remasterizaram e relançaram "PARADOX" e "Yume narishi kuuchuu teien", ambos em maio de 2006. O single recebeu mais duas faixas inéditas. Outro single, "Taiyou wo okuru hi", foi lançado no início de agosto de 2006, em versões com ou sem o PV. Outro álbum, "Tafael Anatomie", tem lançamento datado para 18 de outubro, ao qual segue-se uma turnê de promoção de mesmo nome.
Membros
  • Asagi (em japonês: 浅葱 ASAGI?), nascido em 29 de agosto em Noshiro, é o vocalista da banda. Ele foi anteriormente das bandas de Balsamic (1996 - 1997), Je*Reviens (1998 - 2001), e Syndrome (2001 - 2002). Também participou no projeto paralelo Kochou com o baterista de Tinc Takuma, anteriormente conhecido como Shion da banda Syndrome. Ele também teve um álbum solo: Corvinus (2006) e desenvolveu um perfume com o mesmo nome.
  • Ruiza (em japonês: 涙沙 Ruiza?), o guitarrista da banda, nasceu em 18 de fevereiro de Itami, Hyougo. Ele era anteriormente das bandas Distray (1996 - 1999), LAYBIAL (1999 - 2000), e Syndrome. Ruiza também tem 2 lançamentos solo: Amenity Gain (2006) e Ao no hahen (2002).
  • Hide-Zou (em japonês: 英蔵 HIDE-ZOU?) nasceu em Kanagawa em 19 de novembro. Ele é um guitarrista, e foi previamente da banda Lapis(1995 - 1997), Clair de Lune (1997 - 2000), As'REAL (2000 - 2002), e S to M (2002 - 2003).
  • Tsunehito (em japonês: 恒人 Tsunehito?), baixista atual que se juntou no final de 2005, nasceu em 5 de março de Yokohama, Kanagawa. Suas bandas anteriores incluem Relude (2001 - 2003), Givuss (2003 - 2004), e Scissor (2004 - 2005).
  • Hiroki (em japonês: 大城 HIROKI?) nasceu em 20 de julho na Gunma, e é baterista da banda. Ele era anteriormente das bandas Overtaker (1998 - 2000), Michiru Project (2001 - 2001), Aioria (2001 - 2002), e S to M (2002 - 2003).
Singles

 Albums

 DVD

 
 
Downloads
 
Tafel Anatomie Tour 2006
usa o hj split pra montar.
http://www.megaupload.com/?d=3GQ99LNW
http://www.megaupload.com/?d=DJD3XV5S
http://www.megaupload.com/?d=L5OIQ7F7

LAST INDIES TOUR 2008 Follow me



http://www.megaupload.com/?d=65ZS8ZAX
http://www.megaupload.com/?d=JUJKJMYA
http://www.megaupload.com/?d=8GCZTKGH
http://www.megaupload.com/?d=FPO80D7L
http://www.megaupload.com/?d=OIL398UU
http://www.megaupload.com/?d=5WCVCJY2
http://www.megaupload.com/?d=ES6DUH3D
http://www.megaupload.com/?d=2UFLNPER
http://www.megaupload.com/?d=SZML4IKO
http://www.megaupload.com/?d=YDFRUFJX
http://www.megaupload.com/?d=QN48ZQKC
http://www.megaupload.com/?d=RZ8SSSS0


BONUS

http://www.mediafire.com/?mmzmkyna0ji
http://www.mediafire.com/?oxzozutoame
http://www.mediafire.com/?lmdoi3mnwwz





D TOUR 2008 "Alice in Dark edge" FINAL

http://www.megaupload.com/?d=G8Y1H9AO
http://www.megaupload.com/?d=PC7H0MB1
http://www.megaupload.com/?d=HXO8QJ07
http://www.megaupload.com/?d=XTV5ZU6O
http://www.megaupload.com/?d=DIUO9WO8
http://www.megaupload.com/?d=HAG3M8PO
http://www.megaupload.com/?d=B2E2RBJP
http://www.megaupload.com/?d=BGCUTGG3
http://www.megaupload.com/?d=Z55K9ET8
http://www.megaupload.com/?d=98GW6VIH
http://www.megaupload.com/?d=6VL4CLPK
http://www.megaupload.com/?d=3LBAXHGQ
http://www.megaupload.com/?d=2SVUIKKM
http://www.megaupload.com/?d=L88V1UNB
http://www.megaupload.com/?d=X3WNMS04
http://www.megaupload.com/?d=RAOY0KYR
http://www.megaupload.com/?d=M5UDA0JQ
http://www.megaupload.com/?d=PNQ5Z1I6
http://www.megaupload.com/?d=A8LKHPFJ
http://www.megaupload.com/?d=H0NI2SMV
http://www.megaupload.com/?d=YV3MCMEE

sábado, 18 de setembro de 2010

Gackt

Gackt Camui (ガクト) (Okinawa, Japão, 4 de Julho) é um cantor, compositor e ator popular do Japão. Sua primeira banda a adquirir renome foi a Malice Mizer. Atualmente, é membro do supergrupo Skin.









Além de atuações em sua língua japonesa, ele tem interpretações em inglês, francês, coreano, mandarim e cantonês. O cantor costumava dizer que havia nascido em 1540, mas revelou recentemente que nasceu em 1973.








O início









Gackt começou sua carreira musical ao ingressar na banda Cains:Feel como baterista. Ele dominava outros instrumentos, mas na época gostava mais de bateria. Pouco tempo depois de entrar na banda, Gackt torna-se vocalista da mesma, incentivado por seu amigo e colega de grupo, o guitarrista You.






Sua carreira teve grande impulso ao entrar para a Malice Mizer em 1995. O grupo tornou-se major (termo usado para bandas que deixam de ser independentes) em 1997 e o sucesso era crescente. Mas constantes desentendimentos e discussões entre Gackt e os outros membros da banda fizeram com que ele saísse no final de 1998.







 Carreira solo

Já com um bom destaque na mídia, iniciou sua carreira solo em 1999. Ele arranjou uma banda-suporte, o Gackt Job, e lançou seu primeiro CD solo, o mini álbum Mizerable.



Gackt passou a fazer muito mais sucesso solo do que quando atuava na Malice Mizer, lançando CDs e vídeos e fazendo aparições em TVs e revistas.



Um dos singles de 2001 é sua famosa música natalina, "12 Gatsu no Love song", cuja versão cantada em inglês, "December Love", foi lançada um ano depois.



No ano de 2003 Gackt filmou, junto com Hyde (vocalista do L'Arc~en~Ciel) um longa metragem chamado Moon Child, grande sucesso nos cinemas asiáticos que rendeu um DVD triplo. No mesmo ano, Gackt dublou o personagem principal do OVA do anime Hokuto no Ken intitulado "Shin Hokuto no Ken" (nesse OVA Gackt dubla Shin), e protagonizou um jogo para PlayStation 2 no estilo aventura chamado Bujingai, lançado no Japão e nos EUA.

















Em 2004, enquanto Gackt assumia um lado mais "balada" nas músicas, o filme Moon Child foi lançado nos EUA em DVD e VHS. O single 12 Gatsu no Love song foi relançado com uma versão em coreano da música.


Discografia


 Cains:Feel

 Demos

1994 - Lie (tape - demo tape)

Nyan Nyan Family (tape - demo tape)

Etude (tape - demo tape)

Marine Blue Kaze Bi Dakarete (tape - demo tape)

[editar] Álbuns solo

1999 - Mizerable (CD - Mini-Álbum)

1999 - Remix Of Gackt (CD - Mini-Álbum)

2000 - MARS (CD - Álbum)

2001 - Rebirth - Limited Pressing (CD - Álbum)

2001 - Rebirth (CD - Álbum)

2002 - MOON (CD - Álbum)

2003 - Crescent (CD - Álbum)

2004 - The Seventh Night~Unplugged~ (CD - Álbum)

2004 - THE SIXTH DAY ~Single COLLECTION~ (CD - Álbum)

2005 - DIABOLOS (CD - Álbum)

2005 - Love Letter (CD - Álbum)

2006 - December Love Songs (CD - Álbum)

2007 - 0079-0088 (CD - Álbum)

2010 - Maldition Magic (CD - Álbum)



 Singles

2009 - The Next Decade (CD - Maxi-Single)

2009 - Faraway (CD - Maxi-Single)

2009 - Koakuma Heaven (CD - Maxi-Single)

2009 - Journey through the Decade (CD - Single)

2008 - Jesus (CD - Maxi-Single)

2008 - Jesus (CD + DVD - c-Single)

2007 - No Ni Saku Hana No You Ni (CD - Maxi-Single)

2007 - No Ni Saku Hana No You Ni (CD + DVD - Maxi-Single)

2007 - Returner -Yami No Shuuen- (CD - Maxi-Single)

2006 - Love Letter (CD - Maxi-Single)

2006 - Redemption (CD - Maxi-Single)

2006 - Redemption (CD + DVD - Maxi-Single)

2005 - Todokanai Ai To Shitteitai Noni Osaekirezuni Aishitsuzuketa (CD - Maxi-Single)

2005 - Metamorphoze (CD - Maxi-Single)

2005 - BLACK STONE (CD - Maxi-Single)

2004 - Arittake No Ai De (CD - Maxi-Single)

2004 - 12gatsu No Love Song (CD - Maxi-Single)

2004 - Kimi Ni Aitakute (CD - Maxi-Single)

2003 - 12gatsu No Love Song (CD - Maxi-Single)

2003 - Last Song (CD - Maxi-Single)

2003 - Lu:Na / Oasis (CD - Maxi-Single)

2003 - Tsuki No Uta (CD - Maxi-Single)

2003 - Kimi Ga Oikaketa Yume (CD - Maxi-Single)

2002 - 12gatsu no Love Song (CD - Maxi-Single)

2002 - Wa-su-re-na-i-ka-ra (CD - Maxi-Single)

2002 - Vanilla (CD - Maxi-Single)

2001 - 12gatsu No Love Song (CD - Maxi-Single)

2001 - ANOTHER WORLD (CD - Maxi-Single)

2001 - Kimi No Tame Ni Dekiru Koto (CD - Maxi-Single)

2000 - Secret Garden (CD - Maxi-Single)

2000 - Saikai ~Story~ (CD - Maxi-Single)

2000 - Seki-Ray (CD - Maxi-Single)

2000 - OASIS (CD - Maxi-Single)

2000 - Mirror (CD - Maxi-Single)

1999 - Vanilla (CD - Single)

1999 - Mizerable (CD - Maxi-Single)


 Box

2005 - PLATINIUM BOX VI (vários)

2004 - PLATINUM BOX V (vários)

2003 - PLATINUM BOX IV (vários)

2002 - PLATINUM BOX III (vários)

2001 - PLATINUM BOX II (vários)

2000 - PLATINUM BOX I (vários)

1999 - Mizerable Single Box (vários)

 DVD

2006 - Live Tour 2005 Diabolos (DVD - concerto)

2004 - Gackt Live Tour 2004 THE SIXTH DAY & SEVENTH NIGHT ~FINAL~ (DVD - concerto)

2003 - MOON CHILD (DVD - vários)

2003 - Jougen no Tsuki Tour - Live (DVD - concerto)

2003 - Gekkou (DVD - PVs)

2003 - Gackt Live Tour 2002 kagen no tsuki - seiya no shirabe (DVD - concerto)

2001 - Requiem et ReMiniscence -shuen to seijaku- (DVD - concerto)

2000 - MARS sora kara no hômonsha (DVD - concerto)



 VHS

2003 - Jougen No Tsuki Tour - Live (VHS - concerto)

2003 - Gekkou (VHS - PVs)

2003 - Gackt Live Tour 2002 Kagen No Tsuki - Seiya No Shirabe (VHS - concerto)

2002 - soyokaze (VHS - PVs)

2001 - Requiem et ReMiniscence -Shuen To Seijaku- (VHS - concerto)

2001 - Saisei To Shyuuen (VHS - vários)

2000 - MARS Sora Kara No Houmonsha (VHS - making of)

2000 - Mirror OASIS (VHS - PVs)

1999 - Vanilla (VHS - vários)


 Livros

2006 - Gackt 2005 TOUR DOCUMENT BOOK“DIABOLOS~aien no shi~ (documentário)

2004 - Crescent (art-book)

2003 - Subarashiki Kana Jinsei 2 (art-book)

2003 - MOON CHILD (Chinkonka) Requiem hen (vários)

2003 - Jihaku - Shougeki No Jiden (vários)

2003 - HYDE & GACKT - MOON CHILD (vários)

2003 - Kimi Ga Oikaketa Yume (score book)

2003 - Kagen No Tsuki ~2002 Final Live~ Jougen No Tsuki ~2003 Live Tour (art-book)

2002 - JUST BRING IT! LIVE TOUR 2002 (art-book)

2001 - 2001 TOUR DOCUMENT BOOK ? Requiem et ReMiniscence ~chinkon to saisei~ (art-book)

2001 - Subarashikika Na Jinsei (art-book)

2001 - The Air Moon ~Hakuchuu No Tsuki~ (art-book)

2000 - For Dears ~Féter Nos Retrouvailles~ (art-book)

1999 - Mizérable ~Unmei~ (art-book)

1999 - Mizérable ~Hishou~ (art-book)
 
Fonte: Wikipedia
 
 
 



Torrents de cds do Gackt e downloads









http://thepiratebay.org/torrent/5079545/Gackt_Discography_plus_(1999-2005)
Este torrent sempre tem seeds e peers puxando ligeiro.
Vale a pena conferir.
Este torrent tem os cds abaixo de Gackt:
* 1999: Mizerable


* 2000: Mars

* 2001: Rebirth

* 2002: Moon

* 2003: Crescent

* 2005: Love Letter

* 2005: Diabolos





E também:


* 2004: The Sixth Day: Single Collection

* 2004: The Seventh Night: Unplugged

* 2007: 0079-0088



Mais os singles:


Returner, Redemption, Journey Through the Decade, Metamorphose.

Outro torrent com o trabalho dele REBORN
http://thepiratebay.org/torrent/5681827/Gackt_-_REBORN_(2_CDs___booklet)_[FLAC]
Tem programa gratuito na web pra converter arquivo flac pra MP3.
Alguns links pra download que busquei na web.


ALBUM) Gackt – Re:Born [2009.12.02]: http://www.megaupload.com/?d=DUBT4Q1Z






(SINGLE) Gackt – The end of silence [2009.12.09]: http://www.mediafire.com/?iiyhnbjyony